10 de janeiro de 2013

Grounding interno

O grounding interno, ou innerground, é um tipo de grounding vertical, que já foi abordado no Blog e que podem rever aqui.


O innerground é uma zona de conforto interno onde existe uma serenidade que se sente internamente, uma segurança interior: “estou bem quando me conecto comigo, apesar do caos externo, não me fracturo internamente”. Este é o grounding que se pretende ter e sentir e que, numa posição de conexão connosco, permite o restabelecimento do fluxo.

Estando relacionado com os nossos impulsos, está também ligado com o prazer e com o movimento do interior para o exterior. Quando este impulso interior é bem-vindo e tem espaço e tempo para se expressar, ele vai se expandir e pulsar saudavelmente. Quanto mais confiamos no nosso “eu” interior, maior é o espaço para existir essa expansão. Tudo isto está relacionado com o direito a ter sentimentos, expressões, pensamentos, movimentos e intuição.

Enquanto algumas pessoas se sentem bem no seu grounding interno, mas não o sabem trazer para fora, outras são mecanicamente funcionais e não contactam o seu innerground, sem sequer ter noção da sua presença.

O grounding interno representa e faz parte da nossa essência, e este “eu” interno está relacionado com a nossa criança. Na terapia, pretende-se estabelecer o diálogo com estes aspectos, tentando alcançá-los e permitindo o estabelecimento de pontes para os mostrar.

Imagem: http://www.amaliorey.com/2012/09/24/complejidad-paralizante-y-el-noble-arte-de-simplificar-post-324/