13 de outubro de 2010

Introdução ao Butoh - Workshop de Movimento

06 de Novembro de 2010
Com Ulla Janatuinen

Neste workshop procuramos, através do movimento, fazer um reencontro connosco próprios, descobrir as nossas tensões e hábitos corporais e permitir a mudança. Explorando o movimento e a consciência corporal procuramos encontrar um novo equilíbrio físico e psicológico.

O Butoh foi fundado no Japão depois da 2ª Guerra Mundial por Tatsumi Hijikata e Kazuo Ohno. Butoh é uma dança ou ideologia conectado com tudo. A dança surge da vida, da morte, da natureza, do movimento, da energia.

A prática de Butoh pode ser uma via para o melhor entendimento de nós próprios e dos outros. Estabelecendo uma melhor conexão com a realidade podemos criar harmonia à nossa volta. Sentimos uma ligação com a nossa natureza profunda e com os outros. Pelo estado enraizado, aberto e centrado surge naturalmente a compaixão. Podemos sentir uma profunda ligação com tudo que existe.

Os exercícios neste workshop incluem entre outros: Grounding, Energy circulation e Expanding consciousness.

Este workshop é organizado com um intuito de criar uma turma para aulas regulares de Butoh.

Professora: Ulla Janatuinen*
Dia: 06 de Novembro de 2010 (Sábado)
Local: CPSB - Av. 5 de Outubro, nº 122 – 5º Esq.
Horário: 10h00 às 13h00 e 14h00 às 17h00
Preço: 30€ associados / 35€ não associados
Material: trazer roupa confortável e meias (aula dada sem sapatos).
Vagas limitadas.

Confirmação obrigatória para: 21 793 53 26 ou geral@cfpsb.com

*Bio. curta: Ulla Janatuinen graduou-se como Master of Arts in Modern Dance da Theatre Academy em Helsínquia, e tem pós-graduação em Terapia de Dança e Movimento da University of Applied Sciences of Jyväskylä, Finlândia.
Ulla tem leccionado dança em Portugal e na Finlândia desde 2004. Para além da criação e interpretação de peças de dança, tem alargado os seus estudos de movimento e energia com a prática de Yoga, Taijiwuxigong (Qi Gong) e Aikido. Actualmente é professora de Taijiwuxigong (Dr. Shen Honxung College, Londres) e tem Nidan (2º nível de cinto negro) no Aikido Tradicional (Sensei Hitohiro Saito, Mestre Tristão da Cunha).
Ulla estudou butoh pela primeira vez em 2000 na Helsínquia com Aki Suzuki. Depois disso, tem frequentado vários cursos de Butoh. Atsushi Takenouchi é o seu principal mestre. Ulla estudou com Takenouchi num curso intensivo e tem 140 horas de prática, tendo passado por Itália e por Paris.

11 de outubro de 2010

Workshop Aberto "Sexualidade e Vitalidade"

20 de Outubro de 2010
“Sexualidade e Vitalidade”
Workshop Aberto de divulgação em Biossíntese
Com Dra. Maria del Mar
A sexualidade, e a forma como a vivemos, ocupa um dos lugares mais importantes na nossa vida, do que por vezes temos consciência. Envolve a forma como nos relacionamos com o nosso corpo, com o prazer, com a nossa alegria, a auto estima, o momento de nos entregarmos ao outro, a gestão da nossa energia e até, (entre outras coisas) a nossa capacidade, ou não, de relaxar. Uma vida sexualmente saudável, traduz-se numa saúde melhor, uma serenidade maior, uma criatividade mais activa, uma imunologia mais forte, em suma, uma harmonia e um equilíbrio na nossa existência. Não podemos esquecer que sem sexualidade não existiríamos.

Vamos tentar compreender mais sobre este tema, dialogando com clareza e não o limitando a aspectos só genitais ou de coito. A sexualidade não é só o "acto" e o "orgasmo". A sexualidade é um diálogo com o meu eu, o meu corpo e eu, e com o corpo do outro. Os graus de satisfação são variadíssimos, a forma, os olhares, as nossas crenças, o nosso controle, a nossa forma de nos aproximarmos, a nossa libido, apatia, excesso..... tantos aspectos para ter em conta e todos esses aspectos afectam a nossa vida nas outras áreas: como o trabalho, contactos sociais, fantasias, motivações...

Abordaremos este tema tentando desmistificar, clarificando e abrindo possibilidades para uma vida mais plena, na qual, este é um dos aspectos mais importantes, porque envolve, directa e indirectamente os outros.

Facilitadora: Dra. Maria Del Mar Cervantes, Psicoterapeuta Somática em Biossíntese e Directora do CPSB.


Dia: 20 de Outubro de 2010 (quarta-feira)
Local: CPSB - Av. 5 de Outubro, nº 122 – 5º Esq.
Horário: 18h30 às 22h30
Preço: 5€ associados / 10€ não associados
Vagas limitadas.
Confirmação obrigatória para: 21 793 53 26 ou geral@cfpsb.com

O que é a Biossíntese?
A Biossíntese, como terapia do futuro, trabalha com o princípio do desdobramento do potencial latente; quando os recursos internos são reforçados, os problemas tornam-se menores. Há mais de 35 anos que a Biossíntese tem desenvolvido um modelo de integração entre corpo, mente e espírito. Investigações científicas em neurobiologia, psico-neuro-imunologia e medicina energética dão suporte agora a esta integração de diferentes formas. A cura em Biossíntese é a ponte vital entre essência e existência, alma e corpo, território interior e exterior.

7 de outubro de 2010

Integração de Vida Profissional e Pessoal


Image: Calm Down by Sugarock 99

Num dia solarengo de feriado (5 de Outubro), muitos foram os participantes que preferiram ficar dentro de uma sala de formação e vivenciar um trabalho pessoal, experienciando novas formas de saber integrar de forma equilibrada as várias dimensões da nossa vida.

Estamos na sede da escola de Biossíntese para Portugal e Espanha, mais do que uma escola de pensamento, a Biossíntese é vista pela sua responsável, Dra. Maria del Mar, como uma escola de vida.

A Biossíntese é uma Psicoterapia corporal, envolve o corpo, mas há por vezes ideia errada de que trabalha só o corpo e se trabalha muito com movimento ou com massagem ou fora do verbal (falar), o que não significa que não possa acontecer, mas esta psicoterapia inclui também o corpo no processo de desenvolvimento, não usando só o verbal ou cognitivo.

Maria del Mar fala-nos da Biossíntese e partilha a sua experiência: “Eu acabei a faculdade (licenciada em Psicologia Clínica) e não sentia que tivesse maturidade para me colocar à frente de uma pessoa e acompanhar o psico afectivo e energético, e nem sabia que a psicoterapia corporal existia, quando conheci a Biossíntese é que me dei conta de que podemos olhar o ser humano como um todo, em todas as dimensões.

David Boadela diz que a alma precisa de movimentos lentos, não se pode empurrar o rio. Algo que acontece com o meu estômago tem a ver com o meu estômago mas também com a forma como me relaciono com os outros, problemas de pele estão relacionados com problemas de contacto, forma errada de respirar tem a ver com forma de estar vivos e de deixar ir todas as coisas, etc…. e a área da neurociência está em constante desenvolvimento e é muito interessante, o que me encantou é a forma integradora de olhar para o ser humano.

O nosso corpo tem história, das emoções de alegria, de frustração, de prazer, de desprazer e tudo vai ficando registado no nosso corpo. Quando olho para um corpo, em que mesmo sem falar há muitas coisas que podemos ver, formas de caminhar, estruturas mais compactas que outras, tudo são mecanismos que vamos usando para fazer frente às experiências que temos. Tudo o que se repete, o corpo vai gravar. Como grava uma doença ou uma forma do corpo.

A Biossíntese é uma área que se liga a tudo, às empresas, ao ensino, à família, porque tudo tem a ver como somos afectados e como afectamos os outros.

A formação é muito vivencial e prática. Tem a ver como eu entendo como a vida flui, a dinâmica, qual a melhor forma de gerir o meu tempo, as minhas prioridades, como ter uma família ou pensar nisso e ter tempo de qualidade para eles, para ir à sogra, fazer compras, de estar comigo, etc. E há pessoas que dizem “que pena o dia não ter mais de 24h”, mas não dá, o tempo tem o tempo que tem de ter. Senão vamos contra a maré e frustramos com aquilo que não podemos controlar. Tem também de se observar: como fazemos a gestão de prioridades, a nossa visão, como cuidamos de nós, a cegueira de não podermos dizer que não (parece que dizer que não é um fracasso e é uma bola de neve)…

Ideias importantes, insights, já devem ter tido muitos. Mas depois aquilo faz assim, pfffff, como um balão. Passa. Passa a ideia de que algo tem de ser mudado e passa como um avião. De facto, as ideias às vezes passam mas não corporificam, não ficam como algo que vou cuidar. Tem de fazer sentido para mim. A ideia é brilhante mas passa…

Por vezes a listagem para mudar a minha vida é tão grande, que: ou esqueço, ou fico a torturar-me porque não o fiz. Tinha um paciente que era controlador e perfeccionista, super racional. Colocou tudo: as prioridades, as coisas, tudo escrito num painel grande em frente à cama, feito de propósito, perfeito. E todos os dias aquilo lhe lembrava do que não tinha feito. Ao fim de muita auto-tortura destruiu aquilo tudo, e ficou só com uma opçõa, pois ainda não lhe era possível fazer e não se muda tudo de uma só vez.

A proposta hoje é podermos estar juntos e fazer um “check up”, mais do que dar dicas ou regras para o que tenho de fazer para ter mais tempo em casa (regras e logística fica para vocês). Quando estamos motivados em conhecer a dinâmica da vida, a estratégia surge. Eu não vou dar estratégias, vamos trabalhar a nível de atitude e realidade interna, que é única para cada um.

Vamos falar do que é a Biossíntese e vamos integrando com este tema de hoje e como isto me afecta.

Quando trabalhamos com o corpo, trabalhamos com princípios da embriologia, os padrões de respiração, o tónus muscular e a expressão das emoções. Um terapeuta olha para como o corpo chega no primeiro contacto, qual é a zona que protege e que está menos disponível.

Como é a história da minha formação embriológica? O que estava a acontecer com a família quando a minha mãe ficou grávida? Estavam em crise? Fui desejado ou foi um susto pois eu não era esperado? Os meus pais estavam apaixonados?... A vida encontra o seu caminho num momento determinado e isso afecta o bebé. Todos os pensamentos dos pais e familia já afectam esse novo ser, é impossível desligar da nossa experiência psico afectiva e emocional sem observar isso. Há bebés que eram esperados como sendo meninos e são meninas, tudo vai influenciar.

David Boadella começou a interessar-se sobre tudo isto há mais de 30 anos, ele vinha da época da psicanálise, quando se começou a organizar tudo e a regular, nessa altura começaram a haver seguidores que entenderam como era importante olhar para o corpo, a respiração, a forma de adoecer. Primeiro foi Reich, que se colocou ao lado do paciente e aí se começou a treinar a psicoterapia que era na atura só cognitiva. Depois veio Lowen que começou a trabalhar de pé quando necessário, a interagir com o paciente, a trabalhar juntos, e quando necessário o terapeuta coloca o seu corpo como instrumento de trabalho, o corpo fica incluído de diferentes maneiras. E é aí que David integra isso tudo. Biossíntese significa integração de vida.

Peço que se vão lembrando como foi a vossa história. A nossa história não tem que nos dominar, se não ficar no passado e se incluo a minha história como mais um elemento de conhecimento. Porque ela é a minha realidade e diferente dos outros, é só minha.

1 de outubro de 2010

CLINICA SOCIAL

“Tínhamos um sonho sobre a Biossíntese, queríamos que outras pessoas beneficiassem dos conhecimentos dos nossos profissionais e tivessem acesso a cuidados de saúde acessíveis, isto tornou-se realidade. O sonho tornou-se realidade e o Centro de Psicoterapia Somática em Biossíntese tem hoje uma Clínica Social que ajuda quem mais precisa.”

Como psicoterapeutas e formadores na área das Ciências sociais e humanas, temos como missão e responsabilidade ser cuidadores por excelência. Através do ramo integrador que é a Biossíntese, contribuímos para um mundo mais positivo e acolhedor, criando ambientes estimulantes e protegidos para todos, e combatendo a exclusão destes serviços a agregados potencialmente mais desfavorecidos.

A responsabilidade humana e terapêutica é um modo de contribuir para a sociedade de forma positiva e de gerir os impactos sociais, emocionais e familiares, assegurando e aumentando o bem- estar e a saúde em todas as suas dimensões: mental, psicológica e emocional, mas também física e espiritual.

Destinado a adultos, crianças ou famílias com poucos recursos económicos, contribuindo assim, activamente, para uma sociedade em maior harmonia e equilíbrio e, consequentemente, para um mundo melhor, sendo essa a essência da Biossíntese.

Para se candidatar ou referenciar alguém que precise de ajuda, basta enviar um e-mail ou telefonar para os nossos contactos. A seguir, é marcada uma entrevista com a pessoa interessada em receber acompanhamento psicoterapêutico e é seleccionado um psicoterapeuta que seguirá o processo.

Os psicoterapeutas são os nossos finalistas de curso em estágio, que são sempre acompanhados pela respectiva supervisão de psicoterapeutas seniores.

Porque a integração é, mais do que uma ocupação, a nossa forma de estar.